Acquagel ​© 2017 | Todos os direitos reservados

Foz do Iguaçu
 

Av. Carlos Gomes, 1254

Cascavel
 

[45] 3035-2010

Rua Erechim, 765

9 dicas para um tratamento de água adequado da piscina

1. O controle do pH é essencial à uma piscina sadia.

Mantenha sempre o pH da água de sua piscina ajustado dentro do padrão recomendado. Uma piscina com pH muito alto irrita os olhos. Por isso não se esqueça: o nível de pH deve se manter sempre entre os níveis 7,2 e 7,6. Aproveite a ocasião para ajustar também a sua alcalinidade total da água e fique livre das reclamações.

2. As algas e as bactérias podem sobreviver ao tratamento de água com cloro?

É possível, se o tratamento for feito de forma inadequada. Piscinas com pouco cloro ou com excesso de ácido cianúrico, por exemplo, podem diminuir a ação oxidante do cloro permitindo que as algas e, posteriormente, as bactérias encontrem um ambiente onde possam se proliferar. Caso a água da piscina realmente apresente níveis de ácido cianúrico maiores do que 50 ppm, a única solução é drenar parcialmente a água da piscina e repô-la com água nova.

3. Aparência não é tudo!

A aparência, embora importante, não é a única forma de determinar se uma piscina está limpa e saudável. É preciso que esta limpeza ocorra também no nível microbiológico, de forma a não afetar a saúde de seus usuários, eliminando o risco de transmissão de infecções tais como hepatite, otite, micoses, coléra, entre outras.

4. O que fazer se a água se apresenta turva e como clarificar a piscina?

Uma das principais razões da turbidez da água é a presença de partículas em suspensão. Existem duas formas de diminuir a turbidez da piscina: Clarificação (se a água estiver opaca, sem brilho) e Decantação (quando a água da piscina estiver muito suja).

5. Fatores que prejudicam a limpeza e tratamento de piscina

Uma piscina pode ter sua limpeza prejudicada tanto pelo ambiente quanto pelos usuários. Chuvas e ventos podem interferir na qualidade da água. Os usuários, por sua vez, podem trazer para o ambiente da piscina elementos tais como suor, loções e óleos, urina e principalmente doenças contagiosas. A manutenção regular previne o aparecimento destes problemas e torna a piscina segura para uso.

6. Como funciona a filtração da água?

O sistema de filtração tem a função de limpar a água através da areia que está dentro do filtro, removendo as partículas de sujeira tais como cabelos, folhas, algas e outras impurezas que reduzem a ação dos produtos químicos.

 

7. Como estar certo de que a piscina está própria para o uso?

Em primeiro lugar inspecione visualmente a piscina e observe se a água está cristalina, sem depósitos de sujeira no fundo, sem nenhum tipo de contaminação aparente, sem manchas – na água e nas bordas – e sem formação de espuma. Odores estranhos também podem ser indicativos de problemas.

8. O que garante que minha piscina esteja sempre limpa e saudável?

Para assegurar que sua piscina esteja em condições de uso, recomendamos seguir uma tabela de tratamento abaixo, que detalha os procedimentos que devem ser adotados para manter sua piscina limpa e saudável tanto nos meses quentes (quando ela é usada com mais frequência) quanto nos meses frios.

9. Os passos para uma boa limpeza da piscina

  • Primeiro passo: Retire todas as impurezas físicas visíveis da água. Escove a lateral o fundo da piscina antes de aplicar o produto de limpeza.

  • Segundo passo: Controle os níveis de PH e alcalinidade regularmente (ao menos uma vez por semana).

  • Terceiro passo: Evite o uso de dosagens demasiadas de qualquer produto químico. Siga sempre as instruções do fabricante.